Onde vivem os livros de Biblioteconomia?

Eu tenho uma lista infinita de livros que quero ler e uma lista bem mais modesta de livros que quero comprar. Obviamente alguns desses títulos são livros de Biblioteconomia e, ás vezes, é bem difícil conseguir um exemplar, especialmente de edições em português. Nossa área publica pouco e as reedições são coisa rara. Por isso, cuide bem dos seus exemplares.

Se você procura livros em formato digital – PDF, pra ser mais específica – o Portal do Livro Aberto e o site da Abecin são opções. No primeiro você encontra livros sobre Gestão da Informação, Ciência da Informação, Representação, Tecnologia da Informação, dentre outros temas. Já no site da Abecin é possível fazer o download da Coleção Palavra-Chave. Não sabe que livros integram essa coleção? Que tal o Sociedade e Biblioteconomia, do Almeida Junior e/ou Serviços de Referência & Informação, da Nice Figueiredo? 😉 No site da Febab também é possível fazer download de algumas obras.

Um local por vezes ignorado nesse tipo de busca, mas que pode reservar bons achados, são os Repositórios Institucionais (RI). Se você está tendo dificuldade de encontrar um livro, descobrir os vínculos institucionais do autor e conferir o repositório das instituições onde ele/a atua pode fazer toda diferença. Ah, e mantenha a mente aberta, pois, dependendo de como a obra for estruturada, os capítulos podem ter sido postados separadamente no RI. Isso pode acontecer, por exemplo, com os capítulos de obras publicadas como coletânea. Nesses casos, também vale a pena pesquisar pelo título ou autor do capítulo que você procura.

– “Ah, Izabel, mas eu quero é o livro impresso porque não sei viver sem aquele cheirinho de livro e livro de Biblioteconomia então… cheira melhor ainda.”

-Bem, aí as coisas começam a ficar mais complicadas. Dependendo do título que você estiver procurando posso até mandar um “que os jogos comecem” antes de continuar escrevendo este texto. Mas vamos lá…

Com o fim da Livros de Biblio (o qual ainda não superei) ficamos com três livrarias especializadas: a Briquet de Lemos, a Interciência e a Thesaurus Editora. Porém, todavia, entretanto, uma visita rápida ao site mostra que a Briquet de Lemos está deixando de comercializar livros impressos. A maioria dos livros de Biblioteconomia disponíveis na Briquet só pode ser adquirida no formato PDF. Na Thesaurus o problema da falta de reedições fica visível, pois boa parte dos títulos da área encontra-se com status de esgotado. A Interciência ainda tem uma significativa quantidade de títulos com exemplares impressos disponíveis para venda, mas algumas obras também já estão esgotadas.

world-1264062_640
Por onde andam os livros de Biblioteconomia? Fonte da imagem: Pixabay

Garimpar em sites de grandes livrarias como a Cultura e a Saraiva é uma opção. Aliás, se for para escolher uma das duas: comece pela Saraiva, pois ela costuma ter mais títulos da nossa área. Gosto de procurar em sites de livrarias menores também como, por exemplo, a Martins Fontes. Já encontrei um livro sobre paleografia muito bom lá. Outras opções são o site do Grupo de Profissionais em Informação e Documentação Jurídica do RJ e a Alfagrama Ediciones (Argentina).

Como parte da produção de Biblioteconomia é editada por editoras universitárias ou associações profissionais muitas vezes esses são os únicos lugares em que vamos encontrar determinadas obras. Algumas opções são a Associação Rio-grandense de Bibliotecários e a Associação dos Bibliotecários do Distrito Federal. No caso de livrarias vinculadas a universidades é comum que elas revendam (em suas lojas físicas) livros de outras editoras universitárias além dos seus próprios. E caso você não possa ir pessoalmente a loja, entre em contato por telefone ou e-mail, pois muitas das editoras universitárias já possuem a opção de venda online.

Por fim, temos a Estante Virtual. Por reunir sebos e pequenos livrarias do país inteiro este site é uma excelente opção para encontrar edições usadas de obras esgotadas nas livrarias. Gosto bastante da Estante Virtual pela possibilidade de comprar em locais diferentes dentro de um mesmo pedido e pela opção de cadastrar livros que quero, mas ainda não estão no site para, desse modo, receber um alerta quando eles estiverem disponíveis. Mais informações sobre essa funcionalidade você encontra nesse post aqui da Thalita Gama.

Quando você estiver procurando livros de Biblioteconomia tenha em mente que eles podem estar alocados nas mais diversas áreas e categorias. É comum encontrar títulos de Biblioteconomia inseridos em Administração e Comunicação nos sites de compra. Por isso, mesmo que o site possua a categoria “Biblioteconomia”, é sempre bom conferir o acervo relativo as áreas próximas a nossa.

Por fim, não custa lembrá-los/as que bibliotecas universitárias de instituições que ofertam o curso de Biblioteconomia possuem livros dessa área e que, mesmo não sendo mais estudante da instituição, a consulta local ao acervo costuma ser possível. 😉

Se você tiver alguma dica ou sugestão para auxiliar os intrépidos caçadores de livros de Biblioteconomia é só escrevê-la nos comentários. Até mais! 🙂

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Quantas escritoras estão no seu catálogo?

E se uma pessoa chegasse hoje, agora, nesse exato minuto, na biblioteca onde você trabalha procurando livros escritos por mulheres? De quantas escritoras diferentes você teria obras para oferecer? Quão variados seriam os temas e gêneros dessas obras? Quão diverso seria o perfil dessas escritoras?

Sim, porque se tem uma coisa que nós, mulheres, não somos é pasteurizadas, homogêneas, portanto, nossa escrita também não é pasteurizada, homogênea. Assim como nós, ela é plural. Assim como ela, o acervo das bibliotecas também deve(ria) ser.

Me peguei pensando nisso dia desses e resolvi compartilhar esse questionamento com vocês. E aí, quantas?

Clubes de assinatura de livros

still-life-1037376_640
Até o ursinho gosta de ler

Alguns dizem que eles são uma nova roupagem do clássico círculo do livro. Talvez sejam mesmo. O fato é que nos últimos dois anos a quantidade de clubes de assinatura de livros vem crescendo. A proposta é simples, você paga uma assinatura e recebe, todos os meses, na sua casa um (ou mais) livro surpresa. Dependendo do clube, os livros enviados podem ser acompanhados de algum mimo relacionado a obra. Continuar lendo

Dicas sobre a Bienal do Ceará – 2017

Oi!

Se você é bibliotecário (ou não) e vai passar pela Bienal do Livro do Ceará em 2017 não esqueça de visitar o stand do Conselho de Biblioteconomia (CRB) e da Associação de Bibliotecários do Ceará (ABC). Além de prestigiar os colegas tem marca páginas lindos e uma programação com ótimas atividades. A Associação de Arquivistas do Estado do Ceará (ARQUIVE-CE) também está com stand na Bienal e vale a visita.

O stand da ABC/CRB vai ter uma série de atrações. No dia 18 de abril vai ter a palestra Possibilidades de uma biblioteca tecnológica com o Profº Hamilton Tabosa, no horário de 20h. Na quinta, dia 20 às 18h, tem o lançamento do livro Tópicos em Biblioteconomia e Ciência da Informação: Epistemologia, Política e Educação, do Profº Jonathas Carvalho. No sábado (22) às 10h vai ter a palestra Diálogo e práticas de conservação de documentos arquivísticos, com Roberto Moreira Chaves.

Além dessas atividades vai ter palestra sobre empreendedorismo, contação de histórias e atividades sobre RPG na biblioteca.

Durante a Bienal também vai acontecer o VIII Encontro de Bibliotecas Públicas Municipais e III Encontro de Bibliotecas Comunitárias do Sistema Estadual e Bibliotecas Públicas do Ceará. Para esse evento precisava fazer inscrição previamente e não sei se será possível se inscrever no local.

Ainda na vibe da postagem sobre o #LeiaMulheres, Paulina Chiziane, Conceição Evaristo, Marina Colasanti e mais uma dúzia de escritoras incríveis vão marcar presença na Bienal deste ano. Por favor, vão prestigiá-las porque elas são maravilhosas! Frei Beto também participará de uma das mesas. Ah, e claro, também tem a feira de livros e uma feira só com cordéis e outros produtos ligados a cultura popular.

Nos vemos lá!

Trocando livros no Skoob

retina-logo
Corujinha leitora no pedaço! Fonte da imagem: Blog do Skoob

Recriei minha conta no Skoob – que é uma rede social voltada para leitores – alguns meses atrás e resolvi utilizar uma das funcionalidades mais interessantes oferecidas por essa mídia social:  a troca de livros entre seus usuários. Continuar lendo

Nem toda doação é um ato de amor

No ano passado escrevi um pouco sobre desapego em relação aos livros. A maior parte dos livros dos quais me desfiz acabou indo parar nas mãos de amigos e colegas de Biblioteconomia, mas alguns foram doados para bibliotecas.

Agora, se até eu que não tinha tantos livros assim já doei livros para bibliotecas, imagina quem acumula documentos nos mais diversos formatos durante anos e anos e anos? Muitas dessas pessoas um belo dia resolvem “organizar seus acervos” e separam pilhas de livros, revistas, xerox, gibis, blocos de anotações, vhs, dvd, panfletos, apostilas e manuais de microondas (sim, manuais de microondas) e resolvem que não precisam mais desses materiais. Continuar lendo

Coincidência?

Essa postagem é só pra compartilhar a foto desse letreiro fantástico 😀

placa
E aí, segundo o parâmetro do letreiro, você está perto ou longe da extinção? Fonte da imagem: James Feeheley