Trocando livros no Skoob

retina-logo
Corujinha leitora no pedaço! Fonte da imagem: Blog do Skoob

Recriei minha conta no Skoob – que é uma rede social voltada para leitores – alguns meses atrás e resolvi utilizar uma das funcionalidades mais interessantes oferecidas por essa mídia social:  a troca de livros entre seus usuários. Continuar lendo

Nem toda doação é um ato de amor

No ano passado escrevi um pouco sobre desapego em relação aos livros. A maior parte dos livros dos quais me desfiz acabou indo parar nas mãos de amigos e colegas de Biblioteconomia, mas alguns foram doados para bibliotecas.

Agora, se até eu que não tinha tantos livros assim já doei livros para bibliotecas, imagina quem acumula documentos nos mais diversos formatos durante anos e anos e anos? Muitas dessas pessoas um belo dia resolvem “organizar seus acervos” e separam pilhas de livros, revistas, xerox, gibis, blocos de anotações, vhs, dvd, panfletos, apostilas e manuais de microondas (sim, manuais de microondas) e resolvem que não precisam mais desses materiais. Continuar lendo

Coincidência?

Essa postagem é só pra compartilhar a foto desse letreiro fantástico 😀

placa
E aí, segundo o parâmetro do letreiro, você está perto ou longe da extinção? Fonte da imagem: James Feeheley

Mais um texto sobre a importância de continuar a nadar

Uma das qualidades que mais aprecio nas pessoas é a capacidade de saber quais são seus pontos fortes e fracos. Considero essa qualidade indispensável para ser um bom profissional, mas pouca gente tem a capacidade de fazer essa auto-avaliação de maneira sincera.

Se você sabe no que é bom pode investir nisso e usar essas competências como seu cartão de visitas. Provavelmente seus colegas vão associá-las a você, vão dizer que elas são a sua cara. Invista nelas! Torne-se cada vez melhor no que você já domina. Sério! Não tenha medo de ser referência e de dizer “sim, eu sou bom em determinado tema ou atividade”. Dito assim parece arrogância, né? Mas se você consegue fazer algo e faz esse algo bem, qual o problema em admitir isso? Continuar lendo

Hora do intervalo

O Estante de Bibliotecária está entrando num período de recesso.

Enquanto paro pra respirar e me reorganizar, vocês podem colocar as leituras do blog em dia  😀 e usar o espaço dos comentários pra deixar sugestões do que gostariam de ver em futuras postagens.

Nos vemos por aí!

kermit-1899259_640
Hora de parar pra apreciar a paisagem. Fonte da imagem: Pixabay

Não tenha medo de ser uma bibliotecária atrapalhada

Eu sou uma pessoa atrapalhada e óbvio que essa característica também se reflete na bibliotecária que sou, ou seja, sou uma bibliotecária atrapalhada.

fish-1834805_640
Como diria a Dory: “Continue a nadar, continue a nadar…” Fonte da imagem: Pixabay

Ser uma bibliotecária atrapalhada significa, dentre outras coisas, derrubar incontáveis vezes os bibliocantos – perturbando assim o sagrado silêncio da biblioteca – gaguejar horrores, não ter metade do glamour e seriedade que deveria ter e, ao bancar a cerimonialista de um evento, trocar o nome da própria oficina que irá ministrar. Pois bem, essa sou eu e sou culpada de todas essas coisas. Continuar lendo

Sites para estudar online

A graduação é etapa fundamental para a formação do bibliotecário. Entretanto, ela não é suficiente para que o profissional adquira uma série de conhecimentos e habilidades necessários a sua atuação. Além disso, o tempo passa, as coisas mudam e manter-se atualizado é fundamental.

Já que mais um ano está começando e provavelmente você já fez listas e mais listas com promessas de ano segue uma pequena relação com dicas, algumas você talvez até já conheça, de sites pra estudar online. Continuar lendo