Outubro está bombando!

Olá, leitores!

Este mês de outubro está uma correria pra vocês também? Eu tô pra cima e pra baixo tentando tirar do papel alguns sonhos, desejos e ideias. Muitas coisas legais estão acontecendo e espero que novidades positivas estejam no meu futuro próximo.

Semana que vem teremos o CBBD e estarei lá assistindo palestras, prestigiando colegas e apresentando alguns trabalhos que, modéstia a parte, estão muito legais e com certeza podem ajudar vocês a ter ideias interessantes de atividades para suas bibliotecas.

No dia 21 vai acontecer o Bibliocamp aqui em Fortaleza e estarei lá super a disposição pra um papo sobre blogs e biblioteconomia. Será que nos encontraremos por lá? O evento também vai contar com palestras de Juliana Lima, Júlio Duarte, Cleo Souza, Cátia Lindermann, Cauê Araújo, Jorge Prado, Paula Pinheiro e mais meio mundo de ótimos profissionais.

ueceAh, outra dica pra quem é de Fortaleza é acompanhar as atividades do III Workshop do Sistema de Bibliotecas da UECE. Vai ter palestra, oficina e momento relax. Recomendo fortemente a Oficina sobre Endnote que será ministrada pela Juliana Lima. A programação completa vocês conferem na imagem ao lado.

Por fim, quero lembrá-los que vocês ainda podem participar da festa da democracia 😀 e votar tanto para escolher os temas das postagens de aniversário do blog (https://goo.gl/oMuEvg) quanto avaliar tudo que a gente fez ou deixou de fazer até aqui (https://goo.gl/QW37zE). Pode responder ambas ou apenas uma das enquetes e, no caso da escolha dos temas, pode votar quantas vezes quiser. Adianto que a surpresa para os que avaliarem o blog já está em andamento. O que será que vai ser? 😉

Por enquanto é isso. Até a próxima! 🙂

 

Anúncios

Preparativos para o aniversário do blog Estante de Bibliotecária

O aniversário do Estante de Bibliotecária vai ser dia 16 de novembro, mas até lá vocês e eu temos muito que organizar. Isso mesmo. Vocês leram certo: vamos organizar essa comemoração juntos! \o/

Vocês têm duas tarefas simples para realizar e é delas que depende o sucesso da comemoração. Por isso avia, meu povo!

TAREFA 1

Responder um questionário online sobre o blog. São apenas algumas perguntinhas sobre sua experiência e expectativas em relação ao conteúdo futuro. O questionário recebe respostas até o dia 27 de outubro.

Link para o questionário de avaliação: https://goo.gl/QW37zE

Spoiler: tem surpresa para quem me ajudar nessa tarefa. 😉

TAREFA 2

A segunda tarefa é votar e ajudar a escolher os temas que darão origem as postagens especiais de aniversário. SIM!!! Vocês vão bater o martelo sobre o que eu vou escrever. Por isso votem, façam campanha e divulguem a enquete. A votação ficará aberta até o dia 27 de outubro.

Link para a enquete: https://goo.gl/oMuEvg

Os dois temas mais votados darão origem as postagens do dia 9/11 e 23/11. No dia 16 de novembro, data do aniversário do blog, teremos uma postagem comemorativa.

É isso, conto com vocês para fazer o aniversário do Estante de Bibliotecária acontecer e ser lindão!

Eu, bibliotecária de referência

Quando eu estava na graduação atuar no setor de referência não era um dos meus “sonhos”. Eu não me imaginava fazendo o que faço hoje. Quando comecei a trabalhar, tanto em outros locais quanto no meu atual emprego, atuava no processo técnico. Ainda desenvolvo algumas ações nesse setor, inclusive. Sempre me via como alguém 110% bastidores, nunca na vida que eu, Izabel, ia ficar na frente de uma turma de metodologia apresentando um treinamento. Bem…

Obviamente, a vida resolveu que eu estava errada. Ou quase isso. Comecei aos poucos a me envolver nas atividades do setor de referência. Ajudar a administrar a fanpage e o blog (amo blogs!) da biblioteca? Posso sim. Aconteceu um imprevisto e não tem outro bibliotecário para acompanhar a visita guiada? Ok, eu consigo fazer isso. Dúvida de normalização? Senta aqui, vamos conversar.

Treinamento_Labomar2
Tão bonitinha falando de Normalização… Fonte: Nadsa Cid

Em resumo: fui me envolvendo com essas atividades e passando a gostar muito de realizá-las. Passando até a sugerir novas atividades. Fui de “não acho que a referência seja pra mim” para alguém que passa horas preparando tutoriais, treinamentos, eventos, alimentando mídias sociais. E no meio de todo esse processo descobri o quanto a referência e eu combinamos.

Atuar nesse setor requer curiosidade, criatividade, tenacidade, jogo de cintura, uma boa dose de sangue frio e espírito de aventura. Acho que é justamente isso que me faz gostar tanto dele. Nenhum dia de trabalho é igual ao outro e quando penso que já vi tudo aparece um usuário – desculpa galerinha que defende uso do termo “cliente”, mas vocês (ainda?) não me convenceram – que me surpreende de algum jeito.

Nem sempre é surpresa boa… Um dia conto pra vocês as histórias nada agradáveis que já encarei. Mas hoje vou focar na satisfação que é ver uma turma inteira elogiar seu trabalho; na alegria de receber recadinho dizendo que sua explicação fez diferença; que o tutorial que você elaborou, além de útil, é completo e inovador; que uma coisa que você realizou fez com que alguém olhasse com mais carinho e respeito para o trabalho da biblioteca… Pode parecer pouco, mas, particularmente, fico muito feliz quando descubro que meu trabalho faz a diferença. Afinal, se não é para fazer uma diferença positiva, que sentido teria ser bibliotecária?

Se você chegou aqui porque se pergunta se “você e a referência combinam” pode curtir ler esse texto aqui onde dou conselhos – não prometo que sejam bons – pra futuros bibliotecários de referência. Se já trabalha/trabalhou na referência conta pra mim o que você mais gosta (ou odeia) nesse setor.

Até breve! 🙂

 

Conselhos para futuros bibliotecários de referência

Se você olha para o Setor de Referência e pensa “será que isso aí é pra mim?”, então essa lista de conselhos é pra você.

desk-2037545_1280
E aí, concorda com a citação? Fonte: Adaptado de Pixabay

Continuar lendo

Rompendo o silêncio

Hoje completam 35 dias desde minha última postagem aqui no blog. Foram 35 dias pra cima e pra baixo, trabalhando muito, ficando doente, queimando a língua e falhando miseravelmente em algumas coisas que tentei fazer. Única parte boa foi visitar família no Pará porque o resto foi só ladeira abaixo. Continuar lendo

Sudoku na biblioteca

Amei essa foto postada no Instagram pela Brooklyn Public Library. Os amantes de jogos de raciocínio lógico, especialmente sudoku, devem ter curtido também.

sudoku
Vamos jogar!

Quem tem medo da Normalização?

fear-1172407_640
Medo de normalizar? A biblioteca pode te ajudar.

Talvez eu não devesse dizer isso em voz alta na internet porque os deuses sabem como isto aqui é terra inóspita, mas aqui vai: Eu ministro treinamentos de Normalização. Mais especificamente, treinamentos da famigerada ABNT.

Desde que entrei na referência, ministrar treinamentos – dentre eles, os da ABNT – é uma das atividades que realizo no meu trabalho. Essa prática me permite observar mais de perto alguns aspectos que vou comentar neste texto. Adianto que estes aspectos não são referentes apenas a norma em si, mas também sobre os usos e entendimentos que se fazem (ou não) dela. Continuar lendo