Museu da Escrita

20170119_114502
Silêncio! Monges copistas trabalhando. Foto: Izabel Lima

A postagem de hoje é uma pequena dica de visita para os apaixonados pela escrita e/ou curiosos de plantão: o Museu da Escrita Profª Maria Isaurita Gomes Morais.

O museu, idealizado pelo sr. José Luís, fica localizado na Rua Dr. Walder Studart, 56, bairro Dionísio Torres, Fortaleza – Ceará e funciona de segunda à sexta das 09h ás 13h e no período da tarde, mediante agendamento, das 14h às 17h. A entrada é R$ 20 e estudantes pagam meia. Eu sei que o horário é um pouco complicado, mas vale a pena mexer na agenda para encaixar a visita.

20170119_120155
Cédula Guia para Eleitores Cegos. Eleição de 1960. Foto: Izabel Lima

O acervo do museu é dividido em 16 ambientes que representam desde os primórdios da escrita no período pré-histórico. Existe acervo relacionado as escritas hieróglifa e cuneiforme, bem como a presença da escrita na Grécia, no Império Romano e na Idade Média. Vários modelos de prensa, máquinas de escrever e inúmeros objetos relacionados a escrita (selos, apontadores, canetas, cadernos e afins) também integram o acervo. Eles tem, inclusive, um espaço dedicado ao Braille.

Óbvio que fiquei apaixonada pela imensa (mais de 3000 itens) coleção de lápis, pois artigos de papelaria são amor. Também curti a representação dos monges copistas trabalhando e os vários documentos (títulos de eleitor e passaporte, principalmente) que estão em exposição. As guias que me receberam foram muito gentis e prestativas, tornando a visita ainda mais agradável.

Se você quiser mais informações sobre o Museu da Escrita pode entrar em contato através da fanpage no Facebook ou ligar para (85) 98695 3244.

Anúncios