Ona Šimaitė: uma bibliotecária na Segunda Guerra

Ona Simaite, apie 1956 m. Paryzius.
Fotografia preto e branco de Ona Šimaitė. Fonte: Arquivos do Yad Vashem.

Nascida na Lituânia em 06 de janeiro de 1894, Ona Šimaitė trabalhava como bibliotecária na Universidade de Vilnius e usou seu posto como desculpa para realizar uma série de ações durante a Segunda Guerra Mundial que resultaram no salvamento de crianças e na preservação de importante patrimônio documental.

Ona ia aos portões do Gueto de Vilna quase que diariamente durante cerca de três anos e usava a desculpa esfarrapada de que pretendia recuperar livros da biblioteca universitária onde trabalhava que haviam sido emprestados a estudantes judeus a fim de entrar no gueto. Durante essas visitas, ela contrabandeava para dentro do gueto alimentos, correspondência e outros artigos de primeira necessidade, além de armas usadas para lutar contra os nazistas.

Ela também se empenhava em contrabandear para fora do gueto “[…] documentos literários e históricos, além de cartas e mensagens que conectavam os judeus com o mundo exterior.”  (MILGROM, 2016, p. 284). Ona Šimaitė chegou a obter documentos falsificados que viabilizaram a saída de pessoas do gueto.

Em 1944, Ona Šimaitė foi presa pela Gestapo depois que tirou “[…] uma menina de dez anos de dentro do gueto e a registrou como sua própria sobrinha”  (MILGROM, 2016, p. 284). Ela foi torturada e enviada para o campo de concentração de Dachau e, posteriormente, para um campo de internamento em Ludelange, na França.

Com o término da guerra, com exceção do período de 1953 a 1956 em que esteve em Israel, Ona Šimaitė permaneceu na França trabalhando como bibliotecária. Apesar de ter recusado todas as honrarias e títulos que lhe foram oferecidos no pós-guerra em decorrência de seu trabalho humanitário, ela é reconhecida como Justa entre as Nações. Ona faleceu em 17 de janeiro de 1970, aos 76 anos, na cidade de Paris.

REFERÊNCIAS

MILGROM, Frida. Mulheres na resistência: heroínas esquecidas que se arriscaram para salvar judeus ao longo da história. São Paulo: Ipsis, 2016.

Anúncios

Um comentário sobre “Ona Šimaitė: uma bibliotecária na Segunda Guerra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s