Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação: o diálogo possível – Resenha

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação: o diálogo possível. Brasília, DF: Briquet de Lemos: São Paulo, SP: Associação Brasileira de Profissionais da Informação, 2014. 200 p.

Preservar a memória por meio da guarda documental e, mais recentemente, possibilitar o acesso aos documentos que registram essa memória é uma das maiores e mais antigas preocupações da humanidade. Assim sendo, ao longo dos tempo, várias áreas de atuação e profissionais surgiram (e se especializaram) visando atender a essa necessidade.

De todas as áreas que se dedicam a organização, preservação e disseminação da informação três se destacam pela magnitude de suas origens e contribuições. São elas: Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia. Cada uma delas contribui para que a humanidade se (re)conheça e cresça por meio da informação disponibilizada em diferentes formatos. Elas, apelidadas por Johanna Smit, de “três marias”, ganharam no início do século passado a companhia da Ciência da Informação. Estando essas quatro áreas dedicadas ao trato informacional vem a pergunta: “Em que pontos elas se encontram e dialogam entre si?”

Tentando responder a essa pergunta tem-se o livro, do Prof. Carlos Alberto Ávila Araújo, “Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação: o diálogo possível”. A obra publicada em 2014 divide-se em três capítulos, cada um deles com diversos subcapítulos.

Capa de Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação: o diálogo possível
Capa de Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação: o diálogo possível

Na primeira parte da obra o autor se dedica a exposição do desenvolvimento histórico da Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia e paralelamente traça aspectos teóricos gerais e comuns as três áreas. O segundo capítulo trata especificamente do surgimento e desenvolvimento da Ciência da Informação. Nesse ponto são destacadas as subáreas da Ciência da Informação e também discussões de alguns modelos, referentes ao conceito de informação, adotados pela área.

O terceiro capítulo e as considerações finais do livro dedicam-se a tentativa de demonstrar os pontos de aproximação existentes entre as quatro áreas: Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da Informação. Essa demonstração é realizada a partir da constituição e do escopo das áreas, tendo o autor elaborado um esquema resumindo os pontos de convergência.

“Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação: o diálogo possível” é interessante por aglutinar e sistematizar em uma única obra diversos dados sobre o desenvolvimento dessas quatro áreas. Sem dúvida é uma obra importante do ponto de vista dos estudos históricos acerca da construção teórica dessas áreas, porém senti falta de um maior aprofundamento das discussões expostas no terceiro capítulo.

Concluo destacando a qualidade e quantidade – são 396 no total – das referências usadas na obra. O índice, presente no fim da obra, facilita bastante a vida de leitores que, como eu, gostam/precisam fazer consultas posteriores ao livro. A leitura é recomendada, principalmente, pelas possibilidades de expansão e desenvolvimento que indica para os estudos históricos e epistemológicos da Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação.

Anúncios

7 comentários sobre “Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da informação: o diálogo possível – Resenha

  1. Olá!

    Compartilho resposta do Prof. Carlos Alberto a um e-mail que enviei recentemente:

    “Realmente, o livro está esgotado na editora Briquet de Lemos. Os últimos 70 exemplares estão disponíveis para venda na Livraria Quixote. Os emails de contato são: claudia@livrariaquixote.com.br ou quixoteufmg@yahoo.com.br. Por ela é possível comprar via depósito bancário, Bradesco, ag. 2905-0 e conta 28290-1. Tel: (31) 34272259. O preço é R$ 44,10 mais o preço do frete.”

    Espero ter ajudado 😉

    Curtir

  2. Olá Izabel,

    Obrigada pela resposta rápida. Vou esperar e continuar a procurar. Talvez telefone para a minha associação profissional (BAD-Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas). Não existem muitos textos ou livros acerca desta temática – pontos de contacto entre museus, bibliotecas e arquivos. Daí o meu interesse.

    Conceição Toscano

    Curtir

  3. Olá,

    Gostaria de saber como posso comprar este livro e qual o preço. Moro em Portugal, em Almada.
    Sou responsável pelo Centro de Documentação de um Museu.

    Conceição Toscano

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s