Redes sociais para Cientistas – Resenha

SANCHEZ, Ana; GRANADO, António; ANTUNES, Joana Lobo. Redes sociais para cientistas. Lisboa: Nova Escola Doutoral –  Reitoria da Universidade NOVA de Lisboa, 2014.

Capa do livro Redes sociais para cientistas
Capa do livro Redes sociais para cientistas

Fazem algumas semanas que não posto resenhas, mas hoje vou quebrar esse ciclo e falar de um livro bem útil para os profissionais que não entendem muito de redes sociais, mas que querem/precisam construir perfis na web para si ou para as instituições em que trabalham. O livro em questão é Redes sociais para cientistas.

Como vocês devem está imaginando esse livro não foi idealizado para bibliotecários, mas para pesquisadores de um modo geral. Resolvi falar dele aqui porque a linguagem usada nele e o conteúdo são tão simples que mesmo que você nunca tenha ouvido falar de redes sociais dá pra construir uma noção do que se trata lendo as 56 páginas dessa obra. Eu sei que a maioria de vocês entende (ou pensa que entende) tudo e mais um pouco sobre redes sociais, mas tem muito bibliotecário que desconhece uma boa parte das ferramentas existentes – e convenhamos, ninguém é obrigado a saber de tudo – por isso acredito que esse livro pode ser bem útil. Então, vamos a obra!

Redes sociais para cientistas era originalmente um curso ministrado pelos autores do livro. Aparentemente, os autores perceberam que a demanda por esse tipo de conteúdo era maior do que pensavam e decidiram condensar o conteúdo apresentado no curso em um pequeno livro. A estrutura da obra é bem simples e os textos curtos e diretos. Os primeiros capítulos são dedicados a falar da importância de se construir uma imagem bacana na web e quais os primeiros passos pra fazer isso. Eles montam uma espécie de checklist do que você pode fazer quando está começando a ingressar no universo das redes sociais.

A partir da página 10 os autores começam a descrever as principais características de diversas redes sociais (Facebook, Twitter, LinkedIn, Academia.edu, Pinterest, Storify, dentre outras) e as vantagens de fazer uso das mesmas. Esse processo de descrição não ocupa mais que duas páginas por rede social, ou seja, os tópicos visam apresentar as redes e suas funcionalidades, bem como trazer alguns exemplos de uso. O livro não traz tutoriais, caso precise de mais informações sobre a utilização de alguma ferramenta apresentada você terá que consultar outras fontes.

Imagem de átomo estilizado.No centro o nome ciência e ao redor logomarcas de redes sociais.

O livro Redes sociais para cientistas é um guia resumido das principais redes sociais existentes. Ele atua como um meio para você saber que aquela rede social existe e como ela pode ser útil pra você. Mas claro, cabe a você decidir se quer ter perfil em uma determinada rede e, com o uso da mesma e interação com outros usuários, ir aprendendo mais e mais sobre ela e sobre outros temas que te interessam.

Meu conselho: aproveitem o fato do livro está disponível para download gratuito e deem uma boa olhada nele, escolham as redes mais úteis pra vocês ou para unidade de informação em que atuam – sério! Criem perfis institucionais. Nada de achar que é ok fazer do seu perfil pessoal o canal de comunicação oficial da biblioteca – e vão testando as ferramentas ofertadas. Tenham certeza que esse espaço tem muito a agregar a formação e atuação de vocês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s