Arquivos Modernos – Resenha

SCHELLENBERG, T. R. Arquivos modernos: princípios e técnicas. 6. ed. Rio de Janeiro, RJ: FGV, 2006.

Capa do livro "Arquivos Modernos"
Capa do livro “Arquivos Modernos”

O livro Arquivos Modernos, de Schellenberg, é referência básica para todos que tem interesse na área de Arquivologia. A obra perpassa por todas as esferas principais que envolvem a prática arquivística.

Schellenberg inicia expondo a importância dos arquivos e tal exposição vem acompanhada de uma recapitulação histórica do surgimento e desenvolvimento dessas instituições. Ainda na Introdução o autor trata das definições de arquivo e realiza um claro e importante paralelo entre arquivos e bibliotecas.

Esse paralelo é de grande valia para profissionais de ambas as áreas – Biblioteconomia e Arquivologia – uma vez que vai de encontro a mitos e receios propagados por discursos de caráter temerário e apocalíptico. Ademais, tendo em vista a proximidade histórica e de atuação dessas áreas, aclarar dicotomias e similaridades é indispensável para a construção identitária das mesmas.

A segunda parte do livro é dedicada aos arquivos correntes. Nela existem capítulos dedicados a questões referentes a administração, controle da produção de documentos, princípios de classificação, sistemas de registro, sistemas americanos de arquivamento e destinação dos documentos.

“Os arquivos não são, de maneira alguma, cemitérios de documentos velhos e esquecidos. A qualidade essencial dos arquivos está em que se registram não somente as realizações, mas também os processos pelos quais foram efetuados.”

H.L. White

(Bibliotecário-Arquivista. Camberra, Austrália, 18/01/1956)

A terceira e última parte do livro é intitulada “Administração de Arquivos de Custódia”. Nela há ao menos um capítulo dedicado a cada uma das seguintes questões: Administração; Avaliação de documentos públicos; Preservação; Arranjo de arquivos; Descrição de arquivos; Programa de publicações e Serviço de referência. Além disso, a obra também traz uma lista de referências bibliográficas e um índice analítico.

A obra de Schellenberg é basilar e apresenta um rico panorama das práticas arquivísticas contemporâneas. Porém, recomenda-se que aqueles que desejam aprofundar seus conhecimentos na área busquem obras complementares, especialmente no tocante a questões de cunho pragmático ou epistemológico, mas sem sombra de dúvidas o livro Arquivos modernos: princípios e técnicas é leitura obrigatória para todos que atuam em arquivos ou pesquisam acerca dos mesmos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s