Mas por quanto tempo duram os direitos patrimoniais de uma obra?

Oi, pessoas!

Para responder a pergunta que está no título desta postagem fiz um quadro resumindo os principais prazos. Esse quadro foi elaborado a partir da Lei Nº 9.609/1998 que dispõe sobre a proteção da propriedade intelectual de programa de computador, e da Lei Nº 9.610/1998 que altera, consolida e atualiza a legislação brasileira sobre Direitos Autorais.

No caso do Brasil, a regra básica é 70 anos de proteção após a morte do autor, mas existem exceções. No quadro abaixo você pode conferir um resumo com os prazos e regras envolvidos nessa contagem. Continuar lendo

Anúncios

Resumo do 36 Painel Biblioteconomia em Santa Catarina

O campus do Instituto Federal localizado na cidade de São José recebeu entre os dias 2 e 4 de agosto de 2018 o 36º Painel Biblioteconomia em Santa Catarina. Organizado pela Associação Catarinense de Bibliotecários (ACB), o evento contou com a participação de profissionais de vários estados brasileiros.

A edição deste ano teve como tema A formação política e os espaços transformadores de atuação do bibliotecário no contexto atual e contou com oficinas, palestras, apresentação de trabalhos e grupos de discussão. Um resumo do que rolou no evento você confere abaixo e também num moment que montei lá no Twitter e que reúne os tuítes que postei ao longo do evento com a tag #36PainelBiblio.

Logomarca do evento
#PraCegoVer: Retângulo com fundo lilás. No canto esquerdo aparece, dentro de um losango, o número 36º. Centralizados na direita estão o nome, o tema, a data e o local do evento escritos na cor branca. Fonte da imagem: site do evento

Continuar lendo

Livros sobre plágio e direito autoral

Oi, pessoas!

As recomendações de leitura de hoje giram em torno de um tema meio polêmico e que ainda não é tão discutido assim na área de Biblioteconomia: o plágio e o direito autoral. Para quem atua no meio acadêmico – seja como bibliotecária/o, docente, discente e afins – o estudo e debate desse tema é urgente e penso que as publicações abaixo fornecem subsídios interessantes para nossa reflexão. Espero que as sugestões contribuam para formação de vocês.

Foto das capas de livros sobre plágio.
#PraCegoVer: Fotografia colorida. Sobre fundo florido estão o livro Direito autoral, propriedade intelectual e plágio e o livro Autoria e plágio. Na canto direito há uma caneta vermelha. Fonte da imagem: Izabel Lima

Continuar lendo

Escrevivências de mulheres negras

No dia 8 de março rolou aqui no blog a postagem Livros & Girl Power onde listei algumas obras que ajudam a mostrar que “coisa de menina” é ser o que ela quiser. Além disso, vez por outra, uso esse espacinho para falar sobre a importância e a necessidade de lermos (mais) mulheres. E hoje vai ser mais um dia em que venho aqui com o objetivo de espalhar essas palavras: Leiam Mulheres!!!

Fotografia em preto e branco das ondas do mar se chocando contra rochedos.
#PraCegoVer: Fotografia em preto e branco das ondas do mar se chocando contra rochedos. Na parte superior da imagem lê-se a frase, da escritora Octavia Butler, “Todas as lutas são, essencialmente, lutas sobre poder.” Fonte: Imagem adaptada por Izabel Lima.

Continuar lendo

#Resenha – Livro: uma história viva

LYONS, Martyn. Livro: uma história viva. São Paulo: Editora SENAC, 2011.

Começo essa resenha dizendo o seguinte: pense num livro bonito!!! Meu lado “pessoa que admira obras bem feitas” se regozijou com ele. ❤

Pronto! Agora posso falar do conteúdo.

O autor da obra é o professor e pesquisador da história do livro Martyn Lyons. Ele já visitou vários países pesquisando o tema e tem diversas obras onde se dedica a apresentar a rica e nada monótona história desse que é um dos mais importantes artefatos culturais já criados pela humanidade. Continuar lendo

Refletindo sobre os termos de uso das mídias sociais

Olá, pessoas!

Vocês leem os termos de uso das mídias sociais (Facebook, Twitter, Instagram, etc.) quando vão criar o perfil numa delas? Ou só clicam no “Eu concordo” (I agree) e seguem em frente?

Nunca li um desses termos em sua totalidade. Tenho tentado minimizar esse problema acompanhando melhor o debate e as atualizações de políticas dessas mídias, mas estou beeeeeeem longe do ideal.

Vale lembrar que as políticas de uso não estão presentes só nas mídias sociais. Muitos sites também as possuem. Em 2012, pesquisas estimavam que se fôssemos ler as políticas de todos os sites que visitamos ao longo de um ano gastaríamos o equivalente a 25 dias inteiros. Se esse período fosse organizado em horas trabalhadas – levando em conta um expediente de 8 horas diárias – seria o equivalente a 76 dias de trabalho. E essas estimativas são de cinco anos atrás. Continuar lendo

Tá chovendo marca página

Fotografia de seis marca páginas do blog
#PraCegoVer: Fotografia de seis marca páginas do blog. Nos marcadores há o desenho, em estilo minimalista, de uma prateleira de livros e o nome do blog escrito em marrom. Foto: Izabel Lima

Ok… Não tá, literalmente, chovendo marca páginas, mas você que pediu e/ou que quer muito ter um marca páginas aqui do bloguinho pra chamar de seu, acesse este link aqui, responda três perguntinhas, preencha os dados e aí é só esperar.

O link vai tá aberto para respostas a partir de hoje, dia 10 de junho, e ficará disponível pra preenchimento enquanto durarem os estoques de marcadores.

Alguns avisos!

  • Vou postar todos os marcadores de uma vez e eles serão enviados via Correios, na modalidade carta simples.
  • Seria muito legal se vocês me avisassem que os marcadores chegaram sãos e salvos. Este aviso pode ser feito com um comentário aqui no post, uma mensagem no Facebook, uma mensagem e/ou postagem no Twitter ou Instagram. Não esqueçam de marcar o bloguinho pra eu ficar sabendo. 😉

É isso, pessoas. Abraços e até a próxima postagem.